Cervejas trapistas e suas estórias!

No post anterior desvendamos a origem dos Trapistas. E descobrimos que são 11 abadias cujas cervejas trapistas têm o selo de ATP: 6 na Bélgica, 2 na Holanda, 1 na Áustria, 1 nos Estados Unidos e 1 na Itália.  Como algumas delas produzem mais de uma cerveja, segue a lista para você não se perder:

 Bélgica

  • Achel Blond (5%*), Achel Bruin (5%), Achel Blond (8%), Achel Bruin (8%), Achel Extra Bruin (9,5%) e Achel Extra Blond (9,5%)
  • Chimay Rouge (7%), Chimay Triple (8%), Chimay Bleue (9%), Chimay Dorée e Chimay Grande Réserve Vieillie en Barriques (10,5%).
  • Orval (6,2%) e Orval Vert
  • Rochefort 6 (7,5%), Rochefort 8 (9,2%) e Rochefort 10 (11,3%)
    As 6 belgas e a holandesa La Trappe
  • Westmalle Dubbel (7%), Westmalle Tripel (9,5%) e Extra
  • Westvleteren Blond (5,8%), Westvleteren 8 (8%) e Westvleteren 12 (10,2%)

 Holanda

    • Cervejas da Abadia de Koningshoeven, marca La Trappe**: Puur 4,7%, Witte 5,5%, Blond 6,5%, Dubbel 7% , Bockbier 7%, Isid’or 7,5%,Tripel 8%, Quadrupel 10% e Quadrupel Oak Aged 11%.
    • Zundert Trappist 8% (Tripel)
Zundert: a segunda holandesa trapista
  • EUA – Spencer: Trappist Ale 6,5%, Holiday Ale 9%, Imperial Stout 8,7% , IPA 7,2%, Feierabendbier 4,7% , Festive Lager 7,5%
  • Itália – Tre Fontane Tripel 8,5%,
  • Austria – Engelszell: Nivard 5,5%, Benno 6,9% e Gregorius 10,5%

Uma curiosidade é que são 11 marcas de cervejas trapistas com o logo, mas são 12 as cervejas trapistas: a Mont des Cats (7,6%) – da abadia de mesmo nome na França – também é trapista. Só que ela é fabricada pela Chimay. Por não ser produzida na própria abadia, a Mont des Cats não é um AUTHENTIC TRAPPIST PRODUCT.

Ora, labora et…desce mais uma Tripel?

Nada disso! Beber uma cerveja muito alcoólica como Dubbel ou Tripel não faz parte do cotidiano regrado um monge trapista. Muitas das abadias têm na verdade uma cerveja mais leve que é consumida por eles. Uma delas se tornou muito desejada pelos aficionados: a Orval Vert ou Petite Orval (pequena Orval).

Orval Vert: só no bar próximo da abadia

Ela tem apenas 3,5% de álcool e nem é preciso ser devoto de São Bento para degustá-la:a taverna L’Ange Gardien próxima à abadia serve a Orval Vert aos reles mortais direto da torneira! Combine com um queijo trapista do local e…agradeça pela graça concedida(!)

A Westmalle Extra(4,8%) também mais leve. Produzida poucas vezes ao ano, é destinada somente aos monges e seus convidados. E recentemente a Chimay passou a comercializar sua Chimay Dorée (4,8%) que antes era reservada aos monges, seus hospedes e staff.

Até o próximo gole!

*Medida de álcool por volume (no caso = 5ml de álcool por 100ml da cerveja)
**A La Trappe e outras trapistas lançam muitas versões comemorativas e/ou limitadas. A listagem aqui apresentada traz apenas as cervejas produzidas regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *